Para receber as principais informações do dia pelo WhatsApp entre no grupo do Portal Nosso Dia clicando aqui. Siga o Nosso Dia no InstagramFacebook e Twitter

PUBLICIDADE

A catarinense Packem S.A inaugurou, na manhã desta quinta-feira (4/4), em Curitiba, a primeira unidade da Packem WEEN no Brasil. A nova fábrica tem capacidade para reciclar 1,2 bilhão de garrafas pet por ano, volume duas vezes maior que o descarte anual da embalagem feito pela população da cidade.

O prefeito Rafael Greca participou do evento na sede da empresa, no bairro CIC, e parabenizou os empreendedores pela iniciativa de implantar o projeto direcionado para economia circular em Curitiba.

“Esta fábrica é ápice da cadeia de economia circular que nós sonhamos desde 1993. Transformar garrafas pet em material aproveitável para o agronegócio e também para reciclagem é criar um novo horizonte de sustentabilidade. A Packem WEEN é orgulho de Curitiba e esperança de um mundo cada vez melhor”, disse Greca.

O prefeito estava acompanhado da secretária municipal de Meio Ambiente, Marilza Dias, pelo vice-governador Darci Piana e pelos personagens integrantes da Família Folhas: Seu Folha, Dona Fofô, Fofis, Fifo, Flora e o pet Fefo.

PUBLICIDADE

Parceria com o Ecocidadão

Um dos primeiros movimentos da Packem WEEN será o de agregar valor ao projeto de coleta seletiva da cidade de Curitiba. Atualmente, o programa Ecocidadão gera renda para mais de mil catadores de 40 cooperativas e associações e recolhe cerca de 250 milhões de unidades de garrafas pet por ano.

“Por falta de uma recicladora em Curitiba, a maior parte desse material é vendida para outros Estados para ser transformada. Agora, a nova recicladora firmará convênio com o programa Ecocidadão para reciclar o máximo de material PET possível, recolhido em toda a cidade”, adiantou CEO da Packem, Eduardo Santos Neto.

https://nossodia.com.br/a-partir-de-r-1-mil-detran-pr-promove-leilao-de-105-veiculos-aptos-a-circulacao/

Em uma primeira fase, a Packem WEEN vai produzir flakes (flocos de material PET lavado, picado e moído), matéria-prima usada na produção dos big bags sustentáveis da Packem. Na segunda fase, a unidade vai produzir os pellets (grãos de material PET/PCR descontaminado e processado para ser usado na produção de embalagens food grade) para atender a indústria alimentícia brasileira. Ao todo, a empresa investirá R$ 75 milhões nas duas fases do projeto.

No lugar certo

De acordo com o executivo, a inauguração da fábrica representa um marco na jornada de sustentabilidade da organização, e também celebra uma conquista para a cidade de Curitiba.

“Não haveria cidade melhor para sediar este projeto. Curitiba é referência em sustentabilidade pelos projetos de separação do lixo reciclado, do Ecocidadão e da Família Folhas”, disse Santos Neto.

O CEO comentou sobre a importância da reciclagem de material plástico para preservar o meio ambiente. Segundo ele, todos os anos aproximadamente 5 milhões de toneladas de lixo plástico são descartadas no Brasil, mas apenas 25% são reaproveitados e o restante é depositado na natureza, poluindo o meio ambiente. "Esta fábrica representa o cumprimento de uma promessa que fizemos lá atrás, quando decidimos buscar uma alternativa mais sustentável para nossas embalagens, que era produzir big bags 100% feitos de outros big bags: economia circular de verdade”, ressaltou.

PUBLICIDADE

Fortalecimento dos recicladores

A secretária de Meio Ambiente, Marilza Dias, disse que a chegada da Packem WEEN a Curitiba será importante para fortalecer as cooperativas do Ecocidadão.

“Nós fazemos um trabalho excepcional de coleta de lixo reciclável, mas esse material vai para São Paulo e outros lugares. Tendo uma indústria local, vai melhorar muito aspecto da logística, é menos transporte e emissão de poluentes, além da possibilidade de agregar valor ao material aqui, agregar valor para essas pessoas que são das associações e que vão fornecer também o plástico”, disse Marilza.

O vice-governador Darci Piana também ressaltou a importância do empreendimento para as famílias que integram o Ecocidadão.

“Vocês imaginem quantas pessoas serão beneficiadas com o recolhimento de recicláveis com este projeto, que trará ganhos também para o Paraná e Curitiba, que estão entre os lugares mais sustentáveis do mundo”, disse o vice-governador.

Fábrica na Índia

A reciclagem de resíduos sólidos PET para a fabricação de big bags 100% sustentáveis também será feita numa fábrica totalmente integrada com a linha de reciclagem que a Packem inaugura no dia 16 de abril na Índia, resultado de uma joint venture firmada com a Umasree Texplast Private Limited, gerando centenas de novos empregos diretos. A cerimônia contará com a presença da comitiva do governador do Estado do Paraná, Ratinho Junior. Além do Paraná, a Packen também possui unidades em Santa Catarina, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.