Para receber as principais informações do dia pelo WhatsApp entre no grupo do Portal Nosso Dia clicando aqui. Siga o Nosso Dia no InstagramFacebook e Twitter

PUBLICIDADE

O deputado estadual Tercilio Turini (MDB) pediu mais uma vez a instalação de redutores de velocidade, reforço na sinalização, melhorias na pista e construção de um trevo ou rotatória na PR 170, na localidade conhecida como KM 10, no município de Rolândia. Ele lamentou a tragédia da semana passada, quando quatro pessoas morreram após a batida entre dois carros, na noite do dia 12, e alertou sobre a necessidade de ações urgentes na rodovia para reduzir o risco de mais acidentes com vítimas fatais. "Não podemos esperar que pessoas morram para só então as providências serem tomadas" - destacou Turini em requerimento à Secretaria de Infraestrutura e Logística do Estado e ao Departamento de Estradas de Rodagem - DER/Paraná.

"É urgente a necessidade de intervenções no KM 10. O trecho da PR 170 precisa de redutores de velocidade e até radares para punir o excesso, sinalização reforçada de alerta - inclusive noturna, melhorias no acostamento e nivelamento da pista, escoamento da água para impedir a aquaplanagem e construção imediata de trevo ou rotatória para dar segurança na travessia da rodovia e na circulação de veículos locais" - argumentou o deputado. "Medidas simples, que não exigem muito investimento e só dependem de sensibilidade para os apelos dos cidadãos e decisão política para solucionar um grave problema" - ressaltou.

O KM 10 é uma referência em Rolândia e região com restaurantes e outros comércios, campo de futebol, residências, parada de ônibus e outras atividades que atraem moradores locais, visitantes e muitos ciclistas. É também acesso ao distrito de Bartira e comunidades rurais. "Um lugar agradável de passeio e lazer, além de ponto de passagem e de encontro para centenas de famílias que vivem nas imediações. Apesar de toda a movimentação de pessoas na localidade, a sinalização nesse trecho da rodovia é precária, podemos até dizer que praticamente inexiste" - relatou o deputado.

PUBLICIDADE

Tercilio Turini acrescentou que o fluxo de veículos na PR 170 é intenso, dia e noite, com grande quantidade de automóveis, caminhões, carretas, ônibus e máquinas agrícolas circulando na rodovia. "São famílias e trabalhadores se deslocando entre municípios próximos, estudantes indo para a escola e voltando para casa, muitos veículos transportando cargas entre Paraná e São Paulo, a produção agrícola regional passando na PR 170, que liga Rolândia até Porecatu e divisão do estado de São Paulo" - complementou.

"Já apresentamos requerimentos e ofícios, conversamos várias vezes com técnicos e dirigentes da Secretaria de Infraestrutura e do DER, pedimos melhorias e sinalização para reduzir os riscos e até um pré-projeto para execução de uma simples obra rodoviária entregamos aos órgãos estaduais. Todas as iniciativas argumentando sobre como é perigoso o local onde aconteceu a tragédia. As solicitações infelizmente não foram atendidas" - disse o deputado. "Novamente em nome da comunidade do KM 10, distritos de Bartira, São Martinho e demais localidades próximas a Rolândia e outros municípios, solicitamos atenção especial e ação imediata para preservar vidas" - reforçou Tercilio Turini.

*Com informações da Alep